Scripts que ajudam no layout do site Câmara Municipal de São Pedro

HISTÓRICO DE SÃO PEDRO


Com a abertura de um caminho ligando a Sesmaria do Limoeiro à Vila a Constituição (hoje Piracicaba), houve prosseguimentos desse caminho no sentido Oeste que se tornou conhecido como Picadão, caminho que os antigos tropeiro penetravam nos sertões da Araraquara. Pela necessidade de um pouso, os tropeiros escolheram entre os ribeirões Samambaia e Pinheiro, próximo à exuberante e majestosa Serra do Itaqueri e do vale do Rio Piracicaba e aí construíram um rancho, curral para as tropas etc.

Foi neste lugar que se iniciou a povoação de São Pedro. 

A Primeira Capela 
Em 1856, Joaquim Teixeira de Barros mandou construir a primeira capela. A Capela era do tipo barracão, construída de madeiramento rústico, cobertas de folhas de coqueiro e barrote nas suas paredes, simplesmente denunciando a sua natureza sagrada, pela meia torre, onde fulgurava a sua frente em negro cruzeiro. No fundo do seu interior, um pequeno santuário, onde, sobre um pedestal, a imagem de São Sebastião.Estava assim implantando naquele pequeno arraial, o símbolo da cristandade.

Havendo necessidade de um pároco, tratavam os seus habitantes, juntos ao clero, a vinda daquele que seria o seu primeiro padre. Este chegou aqui em 31 de maio de 1867. Era o padre italiano Aurélio Volta que logo começou a batizar os primeiros são-pedrenses, a fazer casamentos, encomendar defuntos e rezar missas.

Enquanto a povoação crescia lentamente, novas famílias, vindas de fora, iam adquirindo terras e abrindo fazendas. O capitão Afonso Gentil de Andrade fundava as fazendas Serretas e Itatinga; Pedro Mello a fazenda Rosário; a do Monte Roxo pelo Silva; o Sertãozinho pelos Leites; do Retiro pelos Barbozas e Morgados; a do Ribeirão Vermelho pelos Furtados, Martins, Lemes e Domingos; a do Monte Roxo pelos Teixeiras, Silvas e Leites; a do Araguá por Francisco Gonçalves e a do Jacaré Pupira por Manoel Marques e José Franco.

A Evolução Administrativa 
 

1856 – Capela do Picadão 

1860 – A Capela do Picadão foi elevada à povoação com o nome de Capela de São Pedro. 

1864 – Em virtude da Lei Provincial nº 728 de 12 de abril, o “Barão Homem de Mello” elevou a Capela à categoria de Freguesia. 

O Dr. Francisco Ignácio Marcondes Homem de Mello, Presidente de São Paulo etc, decreta pela Lei nº. 728: 

“Artigo Único: Fica elevada em Freguesia a Capela de São Pedro no Município da Constituição. 

Mando, portanto a toda autoridade de quem conhecimento e execução pertencer que cumpra e façam cumprir tão inteiramente como nela contém”.

 “O Secretário desta Província a faça imprimir, publicar e correr”.

 “Dada no Palácio do Governo, aos 12 de abril de 1864”.

 a)  Francisco Ignácio Marcondes Homem de Mello

 -         Presidente da Província de São Paulo –

1827 - A Lei do Império de 15 de outubro, criou em a Capela Curada o cargo de Juiz de Paz que era autoridade máxima. Cumpri-lhe presidir a Justiça no tocante a inventários, testamentos, heranças, curatelas de órfãos e, ainda em questões policiais.

Por votação recaiu a escolha no Sr. Francisco Gonçalves, fazendeiro na região do Araguá, como o primeiro Juiz de Paz, na Antiga Freguesia de São Pedro.

1879 - A Freguesia de São Pedro foi elevada à Vila.

1881 - Pela Lei Provincial nº 42, de 22 de fevereiro, foi elevado a Município, verificando-se a sua instalação em 11 de fevereiro de 1883.

Em 1892, pela Lei Provincial nº. 80, de 25 de agosto, instalada pelo Dr. João Baptista Pinto de Toledo, Juiz de Direito, São Pedro foi elevada à Comarca.

Em  1979 pela Lei Estadual nº 2.163/79 passa a integrar os MUNICÍPIOS ESTÂNCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

 
NOME DA CIDADE

São Pedro recebeu, naqueles primeiros tempos, o nome “Pouso do Picadão”, já com inicio de uma pequena povoação ou lugarejo.

Capela do Picadão......nome que não conduzia com o arraial, plantado de um lado pelo vale do Rio Piracicaba e, de outro, pela magnífica Serra do Itaqueri (pedra mole). Assim seus primeiros moradores cuidaram de dar-lhe um nome mais expressivo e a escolha recaiu em dois nomes: o de Itarecê (lugar junto ou próximo a Serra) e o de São Pedro (em homenagem ao príncipe dos apóstolos), tendo a maioria optado pelo São Pedro.

LIMITES  

Norte - Itirapina e Torrinha. 

Leste – Charqueada. 

Oeste – Santa Maria da Serra. 

Sul – Piracicaba.

Clima – Seco 

Altitude – Sede-580 metros do nível do mar. 

Alto da Serra – 950 metros do nível do mar.

Índice Pluviométrico - 1.175,5 ml/ano.

Ventos Predominantes – sudoeste. 

Topografia – Zonas Montanhosas. 

                       Zonas de Planície. 

                       Zonas de Baixadas.

Ribeirões – Araqua, Jacaré-Pupira, Ribeirão do Meio, Da Barra, Vermelho Tabarana, Pinheiro e Samambaia, os dois últimos cortam a Cidade.

Superfície – 596 km2 (24.710 alqueires ou 59.600 hectares).

População – 27.897– Censo 2000


 

Não sabe o significado de alguma palavra? Consulte aqui o glossário da Câmara.
Câmara Municipal de São Pedro
Praça Adolfo Bonifácio Bragaia, 846 - Centro
São Pedro - SP  CEP: 13520-000
Fone/Fax: (19) 3481-1395
Horário de Funcionamento: 8h às 17h30 - Segunda à Sexta-feira.
E-mail: imprensa@camarasaopedro.sp.gov.br

Copyright® 2014 - Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por SINO Informática - Acesso ao Administrativo do Site